Marketing Digital

Como montar um calendário editorial eficaz? Veja 8 passos práticos!

30 janeiro, 2020 |
Search
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Ficou interessado pelo tema? Continue a leitura e descubra como montar o seu calendário editorial!

Um dos pré requisitos para se conquistar o sucesso em uma estratégia de marketing de conteúdo é a frequência das publicações em um blog corporativo. Contudo, existem certos detalhes que precisam ser observados; um deles consiste na não repetição de temas.

Pensando na melhor forma de fazer você ter bons resultados, preparamos este conteúdo. Nele, além de compreender o que é e para que serve, te mostraremos uma série de dicas e boas práticas de como implementar um calendário editorial na sua estratégia de vendas online.

O que é um calendário editorial?

É uma espécie de cronograma das publicações que serão realizadas. Consiste, portanto, em uma ferramenta que permite um melhor planejamento da execução da sua estratégia. A partir dele, é possível definir os prazos para a produção de cada uma das etapas de criação de cada publicação.

E-book Como Divulgar o Meu Negocio BR | E-goi

O calendário editorial nasce do mapeamento de conteúdo e garante que nenhum dos temas de interesse da persona de uma empresa fique de fora do blog. Além disso, auxilia na definição das melhores datas e horários para a publicação dos posts e no controle da distribuição deles nos canais de divulgação, como as redes sociais e e-mail marketing.

1. Definir os objetivos da estratégia

O calendário editorial é como a parte central da sua estratégia de marketing de conteúdo. Deve atender a objetivos específicos, como a aquisição de novos clientes ou o reconhecimento da autoridade da marca no seu segmento de mercado. Para isso, é preciso entender bem o público que deverá ser atingido.

A melhor maneira de fazer isso é por meio da criação de uma persona. Assim, ficará mais fácil compreender quais problemas ela espera que sua empresa resolva. Isso será feito pela condução daquela persona em todas as etapas do funil de vendas; desde a educação e atração até a decisão de fazer um negócio.

2. Escolha as palavras-chave e mapeie o conteúdo

Sabendo o que a sua empresa deseja conquistar e a quem ela deseja atingir, você já consegue decidir quais palavras-chave poderão ser utilizadas. Esse discernimento é imprescindível para que a persona encontre você. Porém, depois de atraída, o interesse dela precisa ser mantido. Por isso, é importante fazer uma escolha cuidadosa dos temas que deverão ser desenvolvidos, com base em cada palavra-chave utilizada.

Não se pode esquecer que esses conteúdos serão responsáveis por conduzir a persona ao longo do funil de vendas. Logo, é fundamental que se defina também em qual etapa cada material será usado e qual será o formato de cada um deles; se será um blog post, um e-book, um infográfico etc.

3. Estabeleça a frequência de publicações

A frequência de publicações será um fator determinante para que o seu blog fique sempre atualizado. Esteja atento quanto a isso e trabalhe de modo a ser bem visto pelos motores do Google para um melhor posicionamento nas páginas de resultados de pesquisa (SERP).

Tão importante quanto a necessidade de atingir os objetivos da estratégia é considerar a sua capacidade de produção de materiais. De nada adiantará estabelecer uma frequência muito alta e não ter o conteúdo pronto no dia marcado para a sua publicação.Isso poderá prejudicar os resultados que você traçou previamente. O pulo do gato aqui é contar com a ajuda de uma empresa especializada na produção dos conteúdos que deverão ser publicados.

4. Monte um cronograma de produção dos conteúdos

Com ou sem a ajuda de uma empresa especializada, é preciso saber que cada tipo de material tem processos de produção diferentes e demandam prazos maiores ou menores. Por exemplo, para a criação de um blog post, é preciso criar uma pauta, uma redação do texto e a revisão dele. No entanto, quando estamos falando de um e-book ou infográfico, além das etapas já citadas, existe ainda a fase de diagramação, que pode ser bem mais demorada, de acordo com o tamanho do conteúdo.

Por isso, para que não haja falhas no seu calendário editorial, é importante que cada publicação seja planejada com antecedência para a produção do material. Além disso, é necessário o absoluto controle sobre o andamento dessa produção.Ter alguns conteúdos evergreen prontos “na manga” é um modo de garantir que não haverá “buracos” no seu calendário.

5. Compartilhe com a equipe

É muito importante que toda a equipe envolvida desde o planejamento até a divulgação do conteúdo editorial esteja ciente de todos os objetivos e prazos que deverão ser cumpridos. Além disso, envolver seus membros fará com que eles próprios queiram divulgar os conteúdos publicados.

6. Escolha os canais adequados de divulgação

A pesquisa do Google é um ótimo canal para que seu conteúdo seja encontrado. Porém, não se pode esperar somente pelas buscas de pessoas interessadas no seu produto ou serviço. É preciso despertar o interesse nelas. Desse modo, utilizar os canais de divulgação adequados fará toda a diferença.

Além do e-mail marketing, que é praticamente obrigatório em uma estratégia de vendas online, as redes sociais são grandes aliadas. No entanto, é preciso escolhê-las de acordo com os interesses da sua persona. Não adianta divulgar posts sobre culinária, por exemplo, no Linkedin ou conteúdo profissional no Instagram.

7. Mantenha calendário editorial e estratégia de e-mail alinhados

O e-mail marketing é mais do que um canal de divulgação. É uma ferramenta que ajuda na condução do lead para as etapas seguintes do funil de vendas. Por isso, os conteúdos publicados no seu blog devem ser suficientes para que essa condução seja feita da melhor forma possível.

As publicações devem permitir a criação de uma sequência lógica de leitura, que seja capaz de interessar os leads presentes no topo, no meio e no fundo do funil. Para isso, invista em materiais relevantes de atração, consideração e decisão.Isso contribui para que os fluxos de nutrição de e-mail sejam criados.

8. Siga o calendário editorial e o mantenha atualizado

Não adianta criar um calendário editorial se ele não for seguido. Porém, é importante lembrar que ele não é e não pode ser imutável. Fatos na política e economia do país, por exemplo, podem afetar a sua estratégia, ou até mesmo servirem de base para a criação de novos conteúdos alinhados com o que está acontecendo.

Isso é importante para que surjam novas oportunidades. O calendário editorial deve abrir espaço em meio ao que já estava planejado, mesmo que isso signifique a troca de datas com alguma outra publicação. O mais importante do calendário editorial é fazer com que seja cumprido, sempre alinhando com a publicação de cada post e com as datas definidas no planejamento das estratégias de e-mail marketing. É fundamental que esses dois pontos funcionem em conjunto.

Como você pode ver ao longo deste post, é por meio do calendário editorial que se garante a efetividade da sua estratégia de marketing de conteúdo, assim como se ela foi colocada em prática da forma que foi planejada. Além disso, com essas 8 dicas que você acabou de ler, criá-lo é bem mais simples e prático do que se imagina, não é mesmo?

Agora que a importância da ferramenta ficou clara, entre em contato conosco e descubra como podemos ajudar você, não só na elaboração do calendário editorial da sua empresa, mas em toda a sua estratégia de marketing digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.