AUMENTE a taxa de abertura das suas newsletters… com estas 2 palavras mágicas

AUMENTE a taxa de abertura das suas newsletters… com estas 2 palavras mágicas

O quê?! Newsletters?

Devem estar a sonhar! Por mim, nunca mais perdia tempo a criar nem mais uma Newsletter! São uma perda de tempo. Detesto.

Vou repetir.

Por mim, nunca mais perdia tempo a criar Newsletters, quanto mais continuar a ler este artigo! Se foi isso que pensou, assim que viu que vamos falar de Newsletters, então garantimos que vai valer a pena continuar a ler.

Neste artigo, vamos partilhar consigo uma dica poderosa. Essa dica irá melhorar a taxa de abertura das suas Newsletters. E muito! Quando chegar ao fim, deste artigo, irá sentir que ganhou uma varinha de condão 😉

Mas antes disso, e se está questionando …

NEWSLETTERS: SÃO EFICAZES?

SIM. Vale a pena continuar a criar e enviar newsletters.

2016_state_of_marketing_report

Imagem 1 – Fonte: “2016 State of Marketing Report”, Salesforce Research

Para que não exista mal entendidos, vamos ver o que “Não é uma Newsletter”, e o que “É uma Newsletter”.

NÃO É UMA NEWSLETTER:

  • # Email promocional com apenas uma oferta
    # Email de captura de leads
    # Email transacional (informação da compra, ou lembrete para finalizar a compra)

É UMA NEWSLETTER:

Email que envia regularmente (diário; semanal; quinzenal; mensal…) para os subscritores (quem se inscreveu para receber a Newsletter).

Existem 2 grandes tipos: normal (informações úteis) ou promocional (e-commerce).

easy_goi_newsletter

Imagem 2 – Exemplo Newsletter promocional

Agora, que já estamos na mesma página (o que é uma Newsletter)… É verdade, criar e enviar Newsletters pode ser doloroso!

Temos de:

  • # Escolher o tipo de Newsletter: normal; e-commerce; publicitária (não devemos enviar sempre, e apenas, Newsletters e-commerce ou publicitárias!)
    # Que conteúdos escrever – numa Newsletter normal o ideal é: 90% conteúdos úteis; 10% promocionais
    # Garantir conteúdos claros, simples e sem erros
    # Criar/escolher imagens apelativas
    # Escrever bons títulos (assunto da Newsletter) e calls-to-action – e decidir o call-to-action principal
    # Escolher e usar a template certa – que fique bem formatada em todos os programas de emails (Outlook; Gmail; Hotmail) e dispositivos (PC ou Mac; Laptop ou Tablet; iPhone ou Android)
    # Chegam aos destinatários
    # Não ficam presas no spam
    # Entram na pasta “principal” do Gmail
    # Testar… testar… testar, entre outras boas práticas

Ou seja, ainda nem enviamos a Newsletter, e já estamos pelos cabelos (veja o vídeo):

Vídeo 1 – Criar e enviar Newsletters com relatórios detalhados e integração nas redes sociais!

Aqui entre nós…

… a verdade é que, criar e enviar Newsletters NÃO precisa de ser tão “doloroso”!

Aliás, qualquer tarefa (de Email Marketing) deveria ser como “comer um gelado”, e NÃO como “limpar a casa de banho”.

Temos de ser inteligentes e fazer as escolhas que facilitam a criação e envio de Newsletters, tais como o “Email Marketing” da E-goi. Temos de ter prazer… e não apenas “sofrer” – tal como eu, agora, quando estou a “falar” consigo 😉

Chegou a hora de enviar a Newsletter… e esperar pelos resultados.

QUE HORROR!

A taxa de abertura (percentagem de subscritores que abrem a sua Email Newsletter) foi uma miséria! E isso, sem contar as conversões: uma miragem!

Mascote_E-goi_irado_-_Newsletters

Imagem 3 – Fonte: Circle S Studio

Então, como aumentar a taxa de abertura do seu Email Marketing?

Nós prometemos que lhe daríamos uma dica super-poderosa… e vamos dar.

A tal dica super-poderosa pode (e deve ser aplicada) em conjunção com qualquer outra dica sobre “Como escrever bons assuntos de emails”. Tal como “Cuidados e recomendações para escrever assuntos de emails”; “Título do post mais recente no próprio assunto do email”; “As suas campanhas de email têm 65% de aberturas únicas?”.

Então, vamos à tal dica que é como se tivesse uma varinha de condão nas suas mãos 😉

DICA SUPER-PODEROSA PARA AUMENTAR A TAXA DE ABERTURA DAS SUAS NEWSLETTERS

Diga adeus a taxas de abertura baixas. Diga olá ao “OPEN LOOP”.

Imagine que enviava uma Newsletter com o título (assunto de email): “AUMENTE a taxa de abertura das suas Newsletters… com estas 2 palavras mágicas”.

Qual é o segredo desse assunto de email? São dois:

  • # Chama a atenção
    # Usa o “Open Loop”

Primeiro, se os assuntos das suas Newsletters NÃO chamam a atenção… nem se destacam entre as centenas de emails que os seus contactos recebem por dia… então não chore, nem se queixe das taxas de aberturas fraquíssimas!

Segundo, o ser humano é curioso e tem tendência a completar as atividades que começou. Logo, a magia do “Open Loop” acontece quando dizemos o suficiente, mas não tudo – ficamos com uma comichão enorme para descobrir o que está faltando 😉

Vamos aprender a usar essas 2 palavras mágicas: “Open Loop”

O princípio base é NÃO dizer tudo.

Repare. Em “AUMENTE a taxa de abertura das suas Newsletters… com estas 2 palavras mágicas” NÃO dissemos que palavras são essas.

Foi de propósito. Faz parte do “Open Loop”.

Desencadeia a pergunta “Mas que palavras mágicas são essas?”. E para saber a resposta, teria de abrir a Newsletter. Se o título da Newsletter fosse “AUMENTE a taxa de abertura das suas Newsletters escrevendo melhores títulos”, é bem provável que deixasse para ler depois… e o depois nunca chega.

Isto porque, embora seja verdade e útil — escrever melhores títulos (assuntos de Newsletters) ajuda a aumentar a taxa de abertura – NÃO desperta a curiosidade. Imediatamente sabe que estamos a falar de assuntos de Newsletters. E, faz todo o sentido (é quase senso comum) que melhores títulos ajudam a aumentar a taxa de abertura.

Em comparação, “AUMENTE a taxa de abertura das suas Newsletters… com estas 2 palavras mágicas”, não é nada claro, nem explícito, que estamos a falar de assuntos de Newsletters. Poderíamos estar a falar, por exemplo, da importância vital de usar um “email corporativo”.

EIS COMO USAR O “OPEN LOOP”:

  • # Escreva o assunto da sua Newsletter (de preferência que promete um resultado que os seus contactos desejam)
    # Retire ou adicione alguma informação importante a esse assunto (de modo a que a desencadeie curiosidade e uma pergunta)

Avancemos…. vamos escolher um dos títulos das várias notícias que partilharam nessa Newsletter:

  • # Escreva o assunto da sua Newsletter: “Brasil poderá acolher comemorações oficiais do Dia de Portugal”
    # Retire ou adicione alguma informação importante a esse assunto: “Este ano, que país irá acolher as comemorações oficiais do Dia de Portugal?”

Ao retirarmos “Brasil” (do título original) e substituir por “que país”, vai desencadear 2 reações:

  • # Curiosidade: Quero saber que país é esse!
    # Pergunta/Confusão: Então, não é sempre em Portugal?

Nota: Como vimos, escolhemos um assunto de uma notícia/tema que já estava na Newsletter — não foi preciso ser “criativo”. Que notícia/tema deve escolher? Pode ser a que está logo no início, ou outra qualquer – evite perder horas a discutir qual o melhor pois pode, e deve, testar 😉

Importante: Abra no assunto da Newsletter… Feche no corpo

No assunto da Newsletter abriu o “Open Loop”. Obrigatoriamente, tem de fechar o “Open Loop” no corpo da Newsletter.

Caso contrário, os destinatários das suas Newsletters vão sentir-se enganados… e isso terá impacto negativo da taxa de abertura das suas próximas Newsletters!

CONCLUSÃO

É claro que taxas de abertura não são a única métrica, nem a mais importante.

Mas também sejamos realistas. Se os seus contactos NÃO abrem as suas Newsletters… evidentemente NÃO as lêem… e evidentemente NADA acontece (conhecer melhor e comprar os seus produtos/serviços; partilhar nas redes sociais; visitar o seu website…)!

Por isso, use essas 2 palavras mágicas: o “Open Loop”.

Terá de praticar um pouco. Mas quando o “dominar” é como se tivesse uma varinha de condão nas suas mãos 😉 Por fim, mais uma promessa. Mais dicas super-poderosas estão a caminho. Fique atento às nossas novidades 😉

Até lá use o “Open Loop” e …

… NÃO sofra e NEM desperdice o seu tempo desnecessariamente …

… Comece JÁ a criar e enviar Newsletters com relatórios detalhados e integração nas redes sociais!

Experimente sem compromisso »

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *